Comercialização de gado é um dos maiores gargalos da pecuária, tecnologia pode melhorar esse cenário

Primeiro Conexão AgriHub Space do ano, reuniu duas startups para debater o novo conceito da atividade e mostrar soluções que facilitem o trabalho do produtor

Quando comparada com a agricultura, a pecuária é um dos setores do agronegócio que possui menos soluções tecnológicas no mercado. A comercialização de gado é um dos gargalos da atividade e, nesse sentido, a ‘Pecuária 4.0’ vem para ampliar a atividade e conectar, cada vez mais, os pecuaristas de empresas capazes de facilitar essa movimentação. 

Pensando nas adversidades encontradas na pecuária, o Conexão AgriHub Space realizou um bate-papo na noite de quinta-feira (25), sobre como a tecnologia pode potencializar os lucros na comercialização de gado. Um tema de interesse de pecuaristas e demais profissionais do setor. 

O CEO da Gado Certo, Eduardo Farah, foi um dos palestrantes da noite e explicou que a pecuária é um mercado pouco digitalizado e que o objetivo da empresa é  conectar pecuaristas de forma inteligente e inovadora, cuidando da compra e venda do gado do início ao fim.

“Quando você tem um pecuarista que quer comprar um tipo de animal que um produtor quer vender e, eles não se conectam, os negócios se tornam menos lucrativos e rendem menos para o estado. Conectar as oportunidades é gerar mais lucro e conectar o agro com o Brasil inteiro”, pontuou Farah. 

Farah ainda explicou os riscos dos processos de comercialização de animais nos dias atuais e destacou como a tecnologia pode auxiliar nesses trâmites, além de solucionar as dores dentro da porteira. 

“O pecuarista perde muito tempo nos processos mais tradicionais de venda. Pra gente resolver isso, tudo passa por uma plataformização que traz praticidade para o produtor desde a compra até a entrega. A gente sabe como o mercado funciona e por isso a gente sabe o que cada pecuarista precisa”, salientou. 

João Pedro Alves, CEO do Mercado da Vaca, também participou do bate-papo para explicar como a sua solução funciona. 

“Não é só vender, nós criamos laços com os produtores. A gente trabalha mais com os pequenos produtores e trabalhamos de acordo com a demanda dos pecuaristas. Um dos nossos métodos é a venda por raio que facilita a entrega do animal para o comprador”, afirmou. 

Acrimat ressalta importância do evento 

O diretor-técnico da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Francisco Manzi, esteve presente no primeiro Conexão AgriHub Space do ano e ressaltou a importância desses bate-papos. 

“O que foi debatido aqui é um dos grandes gargalos da pecuária. A comercialização é difícil para o pecuarista, é um desafio grande porque a gente sabe que se você tem pessoas preocupadas em uniformização de lotes, em facilitar a vida do criador em uma época em que qualquer porcentagem faz diferença, vejo com muito bons olhos”, frisou. 

Manzi ainda comentou que essa prática do instituto é educativa para os produtores, uma vez que é preciso entender que a realidade mudou com novas tecnologias. 

“A gente viu que as ferramentas apresentadas pela Gado Certo e pelo Mercado da Vaca, não são só sobre comercialização. Ela ajuda na gestão e no cálculo da rentabilidade”, finalizou. 

O próximo Conexão AgriHub Space será realizado dia 29 de fevereiro, em que vamos falar sobre CPR-Verde e o mercado de Carbono como nova fonte de renda ao produtor rural.


Assista ao Conexão

Perdeu o Conexão AgriHub Space do mês ou quer ver mais uma vez? Acompanhe a transmissão completa em nosso canal no Youtube:


O AgriHub

Siga o AgriHub no Instagram e no Linkedin e faça parte da Comunidade no WhatsApp para ficar por dentro dos nossos eventos, conteúdo e novidades em primeira mão!

Por: Ana Moura | Canal Rural-MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *