Agrihub

A CASA DA FAMILIA RURAL

Endereço

Rua Eng. Edgard Prado Arze, S/N. Centro Politico Administrativo. Edifício FAMATO (Térreo). Cuiabá-MT | CEP 78.049.908

Contato

(65) 3600 0733

A startup cuiabana Sydy, fundada em 2015, comemorou dia 21 de outubro 7 anos atuando no mercado de soluções para melhorar a gestão no agronegócio. O lugar escolhido para as comemorações foi o AgriHub Space.

“Um dos objetivos do AgriHub é fomentar a criação de soluções em solo mato-grossense, por isso, ver casos como da Sydy, que completa 7 anos crescendo e com bons projetos no horizonte, nos dá a certeza de que estamos cumprindo nossa missão”, disse o diretor-executivo do Instituto AgriHub, Otávio Celidonio.

O sonho nasceu em uma sala de aula da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) quando um grupo de cinco alunos do curso de Ciências da Computação desenvolveu um aplicativo para melhorar o relacionamento entre alunos e professores na sala de aula. Embora o projeto não tenha avançado, o Know-how dos alunos abriu portas para que empresas se interessassem na criação de outros sistemas customizados.

Segundo Adrian Procopiou, CEO da Sydy e único dos cinco amigos que permaneceu no projeto da startup, parte das demandas que as empresas apresentavam eram do agronegócio. Os primeiros trabalhos voltados para o agro foram os de aplicativos de fidelidade para vendas de produtos agrícolas, aplicativos de controle de concorrência dentro da fazenda, controle de descarte de embalagem, entre outros.

Adrian falou do contato pessoal com o agro ainda na infância, mas lembra que nunca pensou que seguiria esse caminho. O pai de Adrian trabalhava em fazendas dando manutenções em máquinas agrícolas. “Ainda menino meu pai me levava junto para as fazendas. Tenho boas lembranças, mas nunca passou na minha cabeça que trilhando o caminho da tecnologia eu iria chegar ao agronegócio”, descreveu o CEO.

Já em 2018, a startup teve seu primeiro contato com o Sistema Famato. “Nosso primeiro relacionamento foi com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), uma das casas do Sistema Famato, onde desenvolvemos um sistema de levantamento e tratamento de dados macroeconômicos do agro em Mato Grosso”, contou Adrian.

O Sistema Famato abriu novos players, como por exemplo a empresa mato-grossense, multiplicadora de sementes de soja – Agrosol Sementes. Para a sementeira, a Sydy criou um sistema para controle de Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS). “Criamos um software que permite maior agilidade na confiabilidade no gerenciamento das unidades de beneficiamento de sementes (UBS), desde o ensaque ao carregamento.

Logo após o desenvolvimento do aplicativo para a Agrosol, coincidentemente o AgriHub lançou, em 2019, uma chamada aberta para startups, denominada “Seed Innovation”, que trazia a proposta de alcançar o máximo de soluções para os desafios da agricultura. A ideia era incentivar o desenvolvimento de produtos e serviços com inovações que contribuam para o aprimoramento da cadeia produtiva de sementes em seus diferentes elos.

“A chamada Seed Innovation coincidiu exatamente com a tecnologia que desenvolvemos para a Agrosol Sementes – um aplicativo de controle de uma Unidade de Beneficiamento de Sementes”, descreveu o CEO Adrian.

Adrian contou ainda que o AgriHub foi o diferencial na trajetória da Sydy e por isso escolheram o AgriHub Space, o espaço de coworking do Instituto, para comemorar os 7 anos. “O AgriHub abriu portas para nós, não somente nas conexões de relacionamento, mas também em conhecimento. Através do AgriHub conhecemos de perto a realidade do campo, conseguimos entender a real necessidade do produtor e o dia a dia no campo. Fomos in loco ver como é a operação desde o plantio até a industrialização do grão. O AgriHub é um grande parceiro”, salientou.

Para o CEO, compartilhar com o AgriHub a consolidação da Sydy é uma forma de agradecimento pelo relacionamento que mantém com o hub desde 2019, quando participaram do Seed Innovation.

Sydy –

A empresa que começou entre amigos, hoje é uma empresa familiar, além de Adrian, suas duas irmãs abraçaram a ideia, elas atuam na parte administrativa da startup. Atualmente a Sydy conta com dez colaboradores e está localizada em Rondonópolis (estrategicamente).

“Era um sonho de amigos, ganhou forma, cresceu e se consolidou. Éramos cinco, passamos por dificuldades, mudamos os caminhos, as ideias, mas não perdemos os princípios. Por motivos pessoais o grupo se separou, mas o legado ficou, eu fiquei, e hoje somos dez colaboradores na Sydy. E que venham novos desafios, porque com essa equipe comprometida vamos crescer juntos, e ainda com um parceiro como o AgriHub não tenho dúvida disso”, finalizou Adrian.  

Fonte: ASCOM Famato