AgriHub destaca ações de 2023 e perspectivas para o próximo ano em assembleia anual do Sistema Famato

Conhecer para fornecer tem sido um dos lemas do Instituto AgriHub. Trabalhar continuamente em torno do produtor e conhecer mais profundamente a realidade e necessidades de cada um, foram os destaques durante a assembleia anual do Sistema Famato, na manhã desta quarta-feira (6).

O instituto, representado pelo superintendente Paulo Ozaki, fez um balanço geral dos projetos e ações de 2023 e apontou as perspectivas e estratégias para 2024.

“O objetivo da nova reestruturação do AgriHub, é conhecer o produtor rural para levar as melhores tecnologias, de acordo com cada necessidade e desafio na produção. Existem startups e empresas para alguns problemas, que muitas vezes são desconhecidos”, destacou.

A estratégia é que o AgriHub seja um centro de informação e tecnologia capaz de adaptá-las às dores dos agricultores e pecuaristas. Com o foco nos produtores, neste ano, foram realizadas pesquisas, rodadas regionais, reuniões técnicas, relatórios e apresentações.

Dois importantes projetos realizados neste ano foram o ‘Conexão AgriHub Space’ e o ‘Conecta AgriHub’. “A gente quer, cada vez mais, mostrar o que nós fazemos para mais pessoas e como o nosso ecossistema funciona para discutir várias questões em torno do agronegócio”, frisou Ozaki.

Para 2024, algumas pesquisas de levantamento já foram iniciadas. Ao todo, serão oito conexões com startups no interior do estado, presença em oito feiras de agronegócio e mais de dez eventos envolvendo o setor, fora de Mato Grosso.

Por: Canal Rural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *