AgriHub apresenta Agricultura digital na 53ª Expoagro

O AgriHub foi apresentado no Fórum de Cadeias Produtivas, segunda-feira (10/07), no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá. O consultor Fábio Silva falou sobre inovação tecnológica aplicada ao agronegócio e abordou sobre a evolução da agricultura do século XVIII até o século XXI com destaque na agricultura digital.

Segundo Fábio, no caso do setor produtivo, a inovação seria toda novidade implantada pelo segmento por meio de pesquisas ou investimentos que aumentem a eficiência do processo de produção e que podem levar a um novo produto ou um produto aprimorado. Como exemplo, o consultor destacou algumas empresas e startups que são referência no Mundo em inovação tecnológica.

No Brasil são aproximadamente 200 startups AgTech que trabalham com tecnologia aplicada ao agronegócio. “Essas AgTech abrangem vários setores do agro tais como: informação animal, agricultura de precisão, software de gerenciamento da propriedade rural, comercialização e outros”, explicou.

Sobre o AgriHub – É uma rede de inovação em agricultura e pecuária que identifica as necessidades dos produtores e os conecta a startups, mentores, empresas, pesquisadores e investidores. É uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Surgiu da necessidade de conectar o produtor rural ao crescente desenvolvimento da agricultura digital.

“Ainda existe uma certa resistência por parte dos produtores em relação ao novo, porém, o AgriHub está trabalhando para aproximar mais o produtor da tecnologia e diminuir essa aversão. Nós viemos justamente para ser essa ponte entre as empresas de tecnologia e o produtor, fazendo com que eles interajam, fechem parcerias, validem as tecnologias e, no fim, aumentem a sua produtividade no campo”, esclareceu Fábio.

Para 2017, o AgriHub está executando três ações: a primeira é a rede de Fazendas Alfas, a segunda são as Comunidades Empreendedoras e a terceira é o Conexão AgriHub.

O palestrante explicou que na rede de Fazendas Alfas o objetivo é levantar os problemas nas propriedades rurais. Na plataforma de Comunidades Empreendedoras a finalidade é mostrar que existe um grande mercado dentro da agricultura que pode ser explorado e no Conexão AgriHub o objetivo é buscar soluções que já estão no mercado, sendo ofertadas por empresas consolidadas e apresenta-las ao produtor rural.

A 1ª rodada do Conexão AgriHub está programada para acontecer no mês de agosto nos municípios de Campo Verde, Água Boa, Campo Novo do Parecis e Sorriso. As empresas e startups interessadas em participar podem se inscrever até o dia 31 de julho pelo link: https://docs.google.com/a/agrihub.org.br/forms/d/e/1FAIpQLSco9lf6v45wOpMElBqhAh7H4HFbbLkFzItAYzy0jqvju9FJmg/viewform?usp=sf_link.

Os eventos serão realizados nos dias 1º de agosto em Campo Verde, 16 de agosto em Água Boa, 23 de agosto em Campo Novo do Parecis e 31 de agosto em Sorriso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *